Buscar artigos

Precisa de ajuda?

Não foram encontrados documentos para sua pesquisa

Selection of stock funds using information that is not observable or measurable / A escolha de fundos de ações usando informações não observáveis ou mensuráveis / Selection of stock funds using information that is not observable or measurable

Amaral, Rodrigo Coccarelli Marroco do; Leal, Ricardo Pereira Câmara.
Revista Contabilidade & Finanças Abr 2021, Volume 32 85 Páginas 143 - 157

Resumo em português

RESUMO O objetivo do trabalho é investigar se o fluxo de captação e o retorno futuro de fundos de investimentos em ações estão relacionados a informações não observáveis dos investidores. Este artigo estende o conhecimento sobre a decisão de investimentos sobre fundos de ações e considera uma representação de informações não observáveis que até agora não tinham sido contempladas pela literatura brasileira. O entendimento sobre a decisão de investimento em ações se tornou mais importante diante da queda dos juros e da migração para investimentos em ações. O uso de informações não observáveis para tomar decisões de investimento é importante na seleção de fundos de ações e o return gap poderia ser acrescentado ao rol de informações oferecidas aos investidores. O return gap mede o valor adicionado pelos gestores em relação à carteira defasada completa mais recentemente divulgada e foi calculado a cada mês para cada ativo nas carteiras de cada fundo da amostra divulgadas com defasagem de três meses. Usou-se uma amostra parcimoniosa de 22 fundos de gestão ativa no período de janeiro de 2010 a dezembro de 2018, sendo um de cada uma das 22 maiores gestoras independentes brasileiras, porque é trabalhoso calcular essa métrica. O return gap representa informações não observáveis sobre um fundo. Os investidores que direcionam seu capital para fundos de ações de maior return gap histórico tendem a obter maior retorno em testes fora da amostra, sugerindo persistência de retornos desses fundos e sustentando a importância das informações não observáveis. Investidores que direcionassem seu capital para os fundos com os menores return gaps históricos também poderiam obter alfas positivos em alguns casos, indicando que algumas gestoras foram negligenciadas. Os resultados para o fluxo de alocação de capitais foram inconclusivos.

Resumo em inglês

ABSTRACT The aim of this paper is to investigate whether the flows and the future returns of stock funds are related to investors’ unobservable information. This article extends the knowledge about investment decisions regarding stock funds and considers a representation of unobservable information that until now has not been contemplated by the Brazilian literature. Understanding decisions to invest in stocks has become more important since the fall in interest rates and migration toward equity investments. The use of unobservable information for making investment decisions is important when choosing stock funds and the return gap could be added to the list of information offered to investors. The return gap measures the value added by managers in relation to the most recently disclosed complete lagged portfolio and was calculated every month for every asset in the portfolios of every fund in the sample disclosed with a three-month lag. A parsimonious sample was used of 22 actively managed funds in the period from January of 2010 to December of 2018, containing one from every one of the 22 biggest independent Brazilian managers, because it is laborious to calculate this metric. The return gap represents unobservable information about a fund. Investors that direct their capital toward stock funds with a higher historical return gap tend to obtain higher returns in out-of-sample tests, suggesting persistence of the returns of these funds and supporting the importance of unobservable information. Investors that directed their capital toward funds with lower historical return gaps could also obtain positive alphas in some cases, indicating that some managers were neglected. The fund flow results were inconclusive.