Buscar artigos

Precisa de ajuda?

Não foram encontrados documentos para sua pesquisa

Effectiveness of brief group intervention in the harmful alcohol use in primary health care / Efetividade da intervenção breve grupal no uso nocivo de álcool na atenção primária à saúde / Effectiveness of brief group intervention in the harmful alcohol use in primary health care

Soares, Janaina; Vargas, Divane de.
Revista de Saúde Pública Dez 2019, Volume 53 elocation 04

Resumo em português

RESUMO OBJETIVO Verificar a efetividade da intervenção breve grupal realizada por enfermeiros, na redução do uso de risco e nocivo de álcool em usuários de um serviço de atenção primária à saúde. MÉTODOS Ensaio clínico, randomizado, comfollow-up de três meses. A amostra foi composta de 180 indivíduos que apresentaram padrão de uso de risco ou nocivo de álcool, recrutados em uma Unidade Básica de Saúde do município de São Paulo. Foi aplicado um questionário sociodemográfico e o Alcohol Use Disorders Identification Test (Audit). O grupo experimental foi submetido à Intervenção Breve Grupal, a qual foi composta por quatro sessões grupais, com encontros semanais. O grupo controle recebeu um folheto informativo sobre problemas relacionados ao consumo de álcool. Ambos os grupos participaram do seguimento de três meses. O modelo linear misto foi utilizado para análise dos dados, em que foi adotado nível de significância de 5%. RESULTADOS Quarenta e quatro indivíduos que faziam uso de risco ou nocivo de álcool, completaram todas as fases da pesquisa. O grupo experimental apresentou redução estatisticamente significativa (p ≤ 0,01) de cerca de 10 pontos no escore do Audit após a intervenção breve grupal [antes IBG = 15,89 (dp = 6,62) - uso de risco; após IBG = 6,40 (dp = 5,05) - uso de baixo risco] mantendo o uso de baixo risco no seguimento [6,69 (dp = 6,38) - uso de baixo risco]. O grupo controle apresentou redução estatisticamente significativa (p ≤ 0,01) de cerca de três pontos no escore do Audit [antes = 13,11 (dp = 4,54) - uso de risco; após = 9,83 (dp = 5,54) - uso de risco] e no seguimento apresentou o escore médio de 13,00 (dp = 5,70) indicativo de uso de risco. As diferenças entre os dois grupos (grupo experimental versus grupo controle) na redução do consumo foram estatisticamente significativas (p ≤ 0,01). CONCLUSÕES Evidenciou -se que a intervenção breve grupal realizada pelo enfermeiro no contexto da atenção primária à saúde foi efetiva para a redução do consumo de álcool em indivíduos com padrão de uso de risco ou nocivo.

Resumo em inglês

ABSTRACT OBJECTIVE To verify the effectiveness of brief group intervention, performed by nurses, in reducing the hazardous or harmful alcohol use in users of a primary health care service. METHODS Clinical and randomized trial with follow-up of three months. The sample had 180 individuals with a pattern of hazardous or harmful alcohol use, recruited in a Basic Health Unit in the city of São Paulo. A sociodemographic questionnaire and the Alcohol Use Disorders Identification Test (Audit) were applied. The experimental group underwent the Brief Group Intervention, which had four group sessions, with weekly meetings. The control group received an information leaflet about issues related to alcohol consumption. Both groups participated in the follow-up of three months. The linear mixed model was used for data analysis, in which a 5% significance level was adopted. RESULTS Forty-four individuals under hazardous or harmful alcohol use completed all phases of the research. The experimental group had a statistically significant reduction (p < 0.01) of about 10 points in Audit score after the brief group intervention [before BGI = 15.89 (SD = 6.62) - hazardous use; after BGI = 6.40 (SD = 5.05) - low hazardous use] maintaining the low hazardous use in follow-up [6.69 (SD = 6.38) - low hazardous use]. The control group had a statistically significant reduction (p ≤ 0.01) of about three points in Audit score [before BGI = 13.11 (SD = 4.54) - hazardous use; after BGI = 9.83 (SD = 5.54) - hazardous use] and in follow-up presented the mean score of 13.00 (SD = 5.70), indicative of hazardous use. Differences between the two groups (experimental group versus control group) in reduction of consumption were statistically significant (p ≤ 0.01). CONCLUSIONS Our evidence showed that the brief group intervention performed by the nurse in the primary health care context was effective to reduce alcohol consumption in individuals with patterns of hazardous or harmful use.